Mario Costa Santos | Rio de Janeiro - RJ
Living do Empreendedor - CASA COR RJ 2013

Criado em homenagem a Oscar Niemeyer, Living do Empreendedor é, nas palavras do arquiteto Mario Costa Santos, “um ambiente contemporâneo, inspirado nas linhas e curvas modernistas e com farto uso do design atual na marcenaria e nos móveis”.
O Living, que conta com uma sala de estar, jantar, hall, lavabo, varanda com bar e uma “área de relax”, foi projetado para um empresário de outra cidade que passa temporadas no Rio de Janeiro.
No projeto, o ponto alto é a marcenaria, apresentando design exclusivo: a Estante Cobogó, em madeira - inspirada em traços e arquitetura de Brasília -, cobre boa parte da sala de estar, formando um rico jogo de luz e sombra. Outros itens do mobiliário incluem uma mesa de jantar Mabe, bufê Vetus e escrivaninha Tôrno Avesso. 
As cores predominantes são os tons de cinza, preto, branco e azuis petróleo e royal.
Nas paredes, fotografias em grande escala da Orlean e obras de arte assinadas por Roberto Burle Marx, Maria Helena Reis, Joaquim Tenreiro e Pietro Bondi. 
O complexo ainda conta com sistema de automação que controla de cortinas à iluminação.

Criado em homenagem a Oscar Niemeyer, Living do Empreendedor é, nas palavras do arquiteto Mario Costa Santos, “um ambiente contemporâneo, inspirado nas linhas e curvas modernistas e com farto uso do design atual na marcenaria e nos móveis”.
O Living, que conta com uma sala de estar, jantar, hall, lavabo, varanda com bar e uma “área de relax”, foi projetado para um empresário de outra cidade que passa temporadas no Rio de Janeiro.
No projeto, o ponto alto é a marcenaria, apresentando design exclusivo: a Estante Cobogó, em madeira - inspirada em traços e arquitetura de Brasília -, cobre boa parte da sala de estar, formando um rico jogo de luz e sombra. Outros itens do mobiliário incluem uma mesa de jantar Mabe, bufê Vetus e escrivaninha Tôrno Avesso. 
As cores predominantes são os tons de cinza, preto, branco e azuis petróleo e royal.
Nas paredes, fotografias em grande escala da Orlean e obras de arte assinadas por Roberto Burle Marx, Maria Helena Reis, Joaquim Tenreiro e Pietro Bondi. 
O complexo ainda conta com sistema de automação que controla de cortinas à iluminação.